Os benefícios do INSS em 2023 subirão cerca de 5,93% com base em um salário mínimo. A confirmação veio do Ministério da Previdência Social. O reajuste seguirá o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano passado, divulgado mais cedo pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com a confirmação da Previdência, os valores subirão para R$ 420,27 com base no teto. O valor mais alto passou de R$ 7.087,22 no ano de 2022 para R$ 7.507,49 já neste ano.

O Instituto Nacional do Seguro Social começará a pagar os benefícios de janeiro no fim do mês. Para quem ganha um salário mínimo, o pagamento da aposentadoria, pensão ou auxílio será feito entre 25 de janeiro e 7 de fevereiro. Quem recebe além do mínimo terá o benefício depositado entre 1 e 7 de fevereiro.

Benefícios do INSS em 2023 mais Auxílio Brasil

O calendário do mês de janeiro do Auxílio Brasil de 2023 já está divulgado pela Caixa Econômica Federal para os beneficiários do programa. Serão contemplados os finais de número 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 0 do Número de Inscrição Social (NIS). O valor correspondente é de no mínimo R$ 400 e segue os protocolos para pagamentos no modelo do antigo Bolsa Família. 

Os beneficiários receberão o valor conforme o antigo método de vencimentos que utiliza dos últimos dez dias úteis de cada mês. Os usuários também poderão consultar as informações correspondentes aos benefícios nos aplicativos do programa e também no Caixa Tem, que é uma conta digital da própria Caixa. 

De acordo com o último levantamento, são aguardados quase 18 milhões de cadastrados para receber o benefício do Auxílio Brasil em todos os cantos do país. 

Os benefícios do Auxílio Brasil são pagos por meio de contas poupanças sociais ou contas-correntes regulares. Quem for inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) pode abrir, de forma automática, uma conta do tipo poupança social digital para receber o pagamento.

Vale-gás 

O vale-gás por ser pago bimestralmente, foi recebido a partir de abril devido que segue uma lógica própria do Governo Federal de pagar tais valores somente em meses de número par. Dessa forma, desde abril de 2022, os valores foram depositados em R$ 53, devido que o Vale são para famílias de baixa renda. Para o mês de janeiro os valores não virão juntos para o saque, somente em fevereiro. 

Foram liberados mais de R$ 300 milhões para ajudar na despesa de famílias que vivem na extrema pobreza com preços equivalentes a 40% do preço do botijão ou algo em torno de R$ 56. Ao todo, mais de 5,5 milhões de famílias têm direito ao benefício concedido a cada bimestre.